As Súplicas e os Louvores do Profeta Muhammad

 

Com o nosso Profeta Muhammad, o Eleito, do amanhecer até anoitecer. Que a paz e as bênçãos de Deus estejam com Ele.

  1. Quando acordava-se de seu sono dizia: Glorificado seja Deus que nos ressuscita após termos morridos e para Ele é o retorno.

  2. Quando ele levantava-se do seu leito dizia: Senhor meu! Perdoa, apeada-se e guia-nos para a senda reta.

  3. Quando avistava a luz da alvorada dizia: Amanhecemos e amanheceu o Reino de Deus. Louvado seja Deus! A criação, o comando, a noite e o dia pertencem a Deus.

  4. Quando ele entrava no dejetório ( privada ) dizia: Refugio-me em Deus contra o Satanás desprovido da misericórdia de Deus. Ó Grande Deus amparo-me em Ti contra o ladino e a ladinice.

  5. Quando saia do dejetório dizia: Perdão! Glorificado seja Deus que aliviou-me da necessidade (fisiológica) e proporcionou-me saúde.

  6. Quando bebia água dizia: Louvores a Deus por Ter criado a água para saciar nossa sede, por Sua misericórdia, e não fê-la salobra nem salgada devido nossos pecados.

  7. Quando se alimentava dizia: Louvores a Deus que alimentou-nos e saciou nossa fome e sede e muniu-nos, tornando-nos muçulmanos.

  8. Quando vestia uma roupa dizia: Louvores a Deus por Ter me ataviado para cobrir minha nudez e para me adornar em minha vida.

  9. Quando olhava no espelho dizia: Louvado seja Deus que me criou e me aperfeiçoou. Ó grande Deus! Tal como aperfeiçoou-me aperfeiçoa meu caráter.

  10. Quando saia de sua casa dizia: Em Nome de Deus! Em Deus me amparo! Ó grande Deus em Ti me amparo contra a passividade de agredir ou ser agredido.

  11. Quando entrava na Mesquita dizia: Ó grande Deus! Abra-me as portas da Tua misericórdia e conceda-me os tesouros do Seu saber.

  12. Quando olhava para o céu dizia: Ó Senhor nosso! Não criaste isto em vão. Ó Guia dos corações! Consolide meu coração em Tua Religião.

  13. Quando entrava em sua casa dizia: Em Nome de Deus entramos em em Nome de Deus saímos e em Nome de Deus nós apoiamos.

  14. Quando pretendia realizar uma obra (ato) dizia: Ó grande Deus! Eleja-me, prefira-me e não me deixes entregue ao meu desejo se- quer um piscar de olho.

  15. Quando enfrentava um caso difícil dizia: Ó grande Deus! Não há uma dificuldade que Tu não possa remover. Tu torna, se quiseres, o difícil em uma facilidade.

  16. Quando era tomado pela ira (ficar enraivecido) dizia: Ó grande Deus! Perdoa meus pecados, dissipa a ira do meu coração e salve-me do Satanás.

  17. Quando era atingido por uma calamidade dizia: Somos de Deus e para Ele voltaremos. Deus é nos suficiente, Ele é o melhor dos Companheiros.

  18. Quando pretendia viajar dizia: Ó grande Deus! Tu és quem proporciona a boa viagem, Tu és o Herdeiro dos bens, da família e dos filhos.

  19. Quando montava uma montaria dizia: Louvores a Deus! Glorificado seja Deus que nos submeteu esta montaria e não somos dos desagradecidos.

  20. Quando era acometido por uma enfermidade dizia: Ó Senhor da humanidade! Afaste-nos das adversidades. Cure-nos. Tu és o Curador, não há cura a não ser Sua cura.

  21. Quando era realizado Azan Al-Maghreb (chamamento para a oração do crepúsculo) dizia: Ó grande Deus! Este é o encontro com a Sua noite, é o final do Seu dia, é a voz da Sua Súplica. Per- doa-me.

  22. Quando surgia o anoitecer dizia: Anoitecemos e anoiteceu o Reino de Deus! Glorificado seja Deus o Único, que não possui parceiro.

  23. Quando mantinha um encontro íntimo com uma de suas mulheres dizia: Ó grande Deus! Afaste de nós o Satanás e afaste o Satanás das coisas que nos concedeste.

  24. Quando pretendia dormir dizia: Em Teu Nome ó meu Senhor coloco meu flanco no leito e em Ti levantarei-o. Se recolheres minha alma seja-lhe Misericordioso. E se reteres-a conserve-a tal como conservaste as almas de Suas criaturas virtuosas.