Não Ligue a Ignorância!

Na ignorância, muitas vezes as pessoas amaldiçoam ALLAH Ta’ála; se isso acontece perante Aquele que é o Criador dos céus e da terra, então o que devemos nós, que estamos sujeitos a enormes falhas, esperar por parte das pessoas?

Estaremos sempre susceptíveis a enfrentarmos críticas destrutivas e ingratidão, semelhantes a uma guerra interminável, pois ela jamais chegará ao fim.

Enquanto produzirmos, brilharmos e termos um efeito sobre os outros, a desaprovação e a condenação serão a quota parte na nossa vida. Até escaparmos dos outros, i.é, quando encontrarmos um túnel na terra ou uma escada para o céu, eles jamais desistirão de procurar falhas no nosso caráter e de censurar-nos. Por essa razão, enquanto estivermos entre os habitantes da terra, devemos estar aptos a sermos magoados, insultados e criticados.

Eis algo a ponderar: se a pessoa que está sentada sobre o chão não pode cair e também ninguém pontapeia um cão morto, então a fúria dos outros em relação a nós pode ser atribuída pelo fato de ultrapassarmos a eles na retidão, conhecimento, conduta ou na riqueza. Perante eles, somos transgressores, cujas falhas não podem ser expiadas, a não ser que abandonemos os nossos talentos e nos abdiquemos de todas as qualidades louváveis, tornando estúpidos, desvalorizados e inócuos aos olhos deles. Este será exatamente o resultado que eles pretendem alcançar.

Por isso, devemos permanecer firmes e pacientes quando enfrentarmos ataques por parte deles.

Se nos sentirmos feridos pelas suas palavras e deixarmo-nos influenciar, teremos concretizado as suas esperanças. Em vez disso, deveremos perdoar-lhes, mostrando as nossas melhores condutas; a sua desaprovação somente irá aumentar o nosso valor e mérito.

Certamente que nunca poderemos silenciá-los, mas poderemos enterrar a suas críticas ignorando-lhes. De fato, iremos aumentar a sua raiva, mas estaremos a aumentar o nosso mérito e desenvolver o nosso talento.

ALLAH Ta’ála, criou os Seus servos para que pudessem adorá-Lo e recordá-Lo; Ele concedeu-lhes o sustento a fim de expressarem gratidão a Ele. Mas mesmo assim, muitos adoram outras “pseudodivindades” para além d’Ele, sendo ingratos a Ele – a ingratidão é um defeito muito comum no ser humano.

Por isso, não deveremos desanimar quando sentirmos que os outros se esqueceram dos nossos favores ou menosprezaram os nossos atos de bondade. Há quem até poderá desonrar-nos ou tornar-nos inimigos somente porque fomos bondosos.

Encontramos várias narrativas de pais e filhos, em que o pai cria, educa, alimenta, dá de vestir e passa noites em branco para que o seu filho possa ter uma vida confortável, e quando este cresce e torna-se num homem forte, recompensa-lhe com desobediência, desrespeito e desprezo.

Por essa razão, devemos contentar-nos e ser pacientes se formos retribuídos com ingratidão pelo bem que tenhamos praticado, e sentir-nos satisfeitos pois, seremos recompensados por Aquele que possui tesouros ilimitados à Sua disposição.

Em qualquer circunstância, nunca devemos deixar de praticar atos de bondade para com as pessoas; o que se pretende dizer aqui é que devemos estar mentalmente preparados para recebermos ingratidão por parte delas. De qualquer das formas, sempre seremos recompensados por ALLAH.

Na realidade, o ingrato nunca estará nos prejudicando, pois é uma bênção por parte de ALLAH sermos servos obedientes e o ingrato ser um transgressor; devemos louvá-Lo por esta dádiva.

Não devemos esquecer que a mão que dá é sempre melhor do que aquela que recebe:

“Nós alimentamo-vos somente por amor a ALLAH; não desejamos de vós recompensa alguma nem agradecimento.” (Al-Qur’án 76:9)

Muitas vezes sentimo-nos chocados pela natureza de ingratidão que sofremos, mas talvez isso acontece porque nunca nos deparamos antes com versículos semelhantes ao seguinte:

“E quando o mal toca o homem, este invoca-Nos, estando deitado nos seus flancos, ou sentado ou de pé. Mas quando Nós removemos dele o mal, ele passa como se nunca Nos tivesse invocado para o mal que lhe tocou.” (Al-Qur’án 10:12)

Assim sendo, não devemos ficar agitados se dermos uma caneta a alguém e ele utilizá-la para caluniar-nos ou se emprestarmos uma bengala e a pessoa bater-nos com a mesma.

Conforme já se referiu anteriormente, a maior parte das pessoas é ingrata para com o seu Senhor; por isso, que tratamento devemos nós esperar, sendo inferiores a ALLAH?

Quando estivermos em dificuldade e exibirmos bondade para com as pessoas, encontraremos imediatamente o consolo e o conforto. Ajudar os necessitados e os que se encontram na angústia, defender os oprimidos e visitar os doentes são ações que trazem enormes benefícios.

A bondade é como o perfume, beneficia o vendedor, o comprador e o utilizador. Além disso, ajudar pessoas também benefícios psicológicos; por exemplo, se sofremos de depressão, um ato de caridade trará um efeito mais forte do que qualquer medicamento.

Até mesmo o sorriso que se dá perante uma pessoa, é um ato de caridade, pois o Profeta disse: “Não considere insignificante determinados atos de bondade, mesmo se (o ato) for em encontrar o teu irmão com uma cara sorridente”.

Assim sendo, devemos esforçar-nos o máximo em ajudar as pessoas, quer seja por meio de caridade, hospitalidade, simpatia ou qualquer tipo de apoio, não esperando algo em troca e mesmo se elas forem ingratas conosco. Fazendo assim, encontraremos toda a felicidade que desejarmos.