Olhar com Desejo para o Sexo Oposto

 

O que o islam proíbe na esfera do sexo inclui olhar para uma pessoa do sexo oposto com desejo, pois o olho é a chave dos sentimentos, e o olhar é um mensageiro do desejo, carregando a mensagem da fornicação ou do adultério. Um poeta disse: " Todas as relações começam com a visão; o fogo ardente que uma fagulha acende." Enquanto que certo poeta contemporâneo diz: " Um olhar, então um sorriso, e ai um menear da cabeça, em seguida um dialogo, dai uma promessa, e então o calor de uma cama."

Foi por isso que Deus, o Altíssimo, ordenou que os homens crentes e as mulheres crentes abaixassem ambos o seu olhar, junto com o Seu mandamento de que resguardassem suas partes sexuais:

" Dize às crentes que recatam seus olhares, conservem seus pudores e não mostrem seus atrativos, além dos que (normalmente) aparecem; que cubram o peito com seus véus e não mostrem seus atrativos a não ser a seus esposos, seus pais, seus sogros, seus filhos, seus enteados, seus irmãos, seus sobrinhos, às suas mulheres, suas servas, seus criados livres das necessidades físicas ou crianças que não discernem sobre a nudez das mulheres; que não agitem seus pés para que chamem a atenção sobre seus atrativos ocultos. Ó crentes, voltai-vos todos, arrependidos, a Deus, a fim de que vos salveis!" {24ª: 31}

Diversas injunções divinas estão contidas nesses dois versículos. Duas delas se aplicam igualmente aos homens e às mulheres, qual sejam, de recatar os olhares e de conservarem seus pudores, enquanto que as demais são dirigidas exclusivamente às mulheres.

Deve se observar a diferença ai as expressões " recatar seus olhos" e " conservarem seus pudores", o que significa que enquanto que os órgãos sexuais devem ser totalmente ocultos sem qualquer reserva, o recatamento do olhar é somente parcial, porque a necessidade e o interesse generalizado das pessoas requer que se permita que algumas pessoas olhem para outros do sexo oposto.

" Recatar os olhares " não significa que na presença do sexo oposto, os olhos devem ser cerrados ou de que a cabeça deva estar inclinada para o chão, já que isto seria impraticável; em outro trecho, o al-Qur´an diz: " Baixa a sua voz" {31ª: 19}, o que não quer dizer que se deva selar os lábios. Aqui, o " recatar o olhar " significa desviar o olhar dos rostos dos passantes não acariciando as feições atraentes dos indivíduos do sexo oposto com os nossos olhos. O Profeta, disse a 'Ali Ibn Abi Talib(RAA):

" 'Ali, não deixe um segundo olhar seguir o primeiro, o primeiro olhar é permitido, mas não o segundo." {Ahmmad}

O Profeta considerava os olhares de cobiça e desejo dirigido a uma pessoa do sexo oposto como sendo o " adultério do olho " conforme deixou dito:

" Eles também cometem adultério, e o adultério deles está no olhar de cobiça." {Al-Bukhari}

Ele classificava o olhar de cobiça como adultério porque ele proporcionava prazer e gratificação sexual de um modo ilícito. Isto é a que também Jesus se referia quando se relata no Evangelho de Mateus ter ele dito:

" Ouviste que foi dito aos antigo; Não cometerás adultério. Eu porém, vos digo que qualquer que atentar numa mulher para o cobiça, já em seu coração, cometeu adultério com ela." {Mat. 5ª: 27-28}

Na verdade, tais olhares de desejo e cobiça não são perigosos apenas à castidade, como também resultam na perturbação da mente e em pensamentos tumultuados. Diz o poeta:

" Se você deixar seu olhar vagar a esmo, muitas visões encantadoras farão seu coração lamentar.

Aquele que vês não pode te pertencer inteiramente.

Nem teu coração ficará satisfeito com o pouco que viu."

 Dr. Yussef Al-Karadhawi