Conselhos para o Ramadan

Este texto fornece conselhos úteis sobre como evitar alguns problemas comuns enfrentados no mês de Ramadan.

Se for seguido, permitirá que você jejue confortavelmente e desfrute completamente dos benefícios espirituais do mês de Ramadan.

Durante o Sagrado mês de Ramadan, a nossa dieta alimentar não deve diferenciar muito da dieta normal, e deverá ser o mais simples possível. A dieta deve ser de tal forma que nos permita manter o peso normal, não perdendo nem ganhando. No entanto, se a pessoa estiver com excesso de peso o mês de Ramadan é altura ideal para normalizar o seu peso.

Devido às longas horas de jejum, devíamos consumir alimentos de digestão lenta que incluem fibras ao invés de alimentos de digestão rápida. Os alimentos de digestão lenta demoram 8 horas, enquanto os alimentos de digestão rápida demoram cerca de 3 a 4 horas.

*Alimentos de digestão lenta  são aqueles que contêm cereais e sementes como cevada, trigo, aveia, milhete, semolina, feijão, lentilhas, farinha integral, arroz refinado, etc. (os chamados complexos de hidratos de carbono)

*Alimentos de digestão rápida são aqueles que contêm açúcar, farinha branca, etc. (os chamados hidratos de carbono refinados)

*Alimentos contendo fibras  são alimentos contendo farelo, trigo integral, cereais, sementes e leguminosas como feijão verde, ervilhas, “papry”, abóbora, milho, espinafre, e outras ervas como matte, folhas de beterraba (rico em ferro), fruta com casca, fruta seca especialmente damascos, figos ameixas, amêndoas, etc.

A alimentação deve ser bem equilibrada contendo alimentos de cada grupo, i.e., frutas, vegetais, carne/frango/peixe, pão/cereais e lacticínios. Comidas fritas não são saudáveis e devem ser reduzidos, pois, causam indigestão, azia e problemas de peso.

Evitar

Comidas fritas e gordurosas.

Alimentos contendo muito açúcar.

Comer em excesso especialmente no suhur.

Tomar muito chá no suhur. O chá provoca um aumento de urina que por sua vez transporta consigo valiosos sais minerais de que o corpo precisará durante o dia.

Fumar cigarros. Se não consegue deixar de fumar, reduza gradualmente umas semanas antes do mês de Ramadan. Fumar não é saudável e deve ser evitado por completo.

Alguns Conselhos de Saúde para o Mês de ramadan*

Comer

Comer complexos de hidratos de carbono no sehri, para que o alimento dure por mais tempo e isso faz com que a pessoa sinta menos fome.

O haleem é uma excelente fonte de proteínas e é um alimento de digestão lenta.

As tâmaras são excelentes fontes de açúcar, fibras, hidratos de carbono, potássio e magnésio.

As amêndoas são ricas em proteínas e fibras com menos gordura.

As bananas são boas fontes de potássio, magnésio e hidratos de carbono.

Beber

Deve beber água ou sumos de fruta tanto quanto possível entre o Iftar e a hora de se deitar, para que o corpo possa equilibrar os níveis de líquidos em tempo.

Prisão de ventre

A prisão de ventre pode causar hemorróides, fissura anal (corte ou ferida dolorosa no ânus), e indigestão com a sensação de estar inchado.

Causa: Grande ingestão de comida refinada, pouca água, e uma alimentação com fibras insuficientes.

Solução: Evitar comida excessivamente refinada, beber mais água, usar farelo para assar bolos, e farinha integral para fazer roti.

Flatulência (Indigestão e Gases)

Causas: Comer em excesso. Muitos fritos e comidas gordurosas, comida muito condimentada, e comidas que provocam gases, ou seja, ovos, repolho e lentilhas. Bebidas gasosas como a Cola também provocam gases.

Solução: Não deve comer em excesso. Deve-se beber sumos de fruta, ou melhor ainda, beber água.

Evitar comer fritos e adicionar “ajmor” aos alimentos que produzem gases.

Letargia (tensão Baixa)

Transpiração excessiva, fraqueza, cansaço, desmaios, falta de energia, tonturas especialmente ao levantar-se da posição sentada e aparência pálida, são sintomas associados com a “tensão baixa”. Isto tende a acontecer à tardinha.

Causas: Tomar poucos líquidos e consumir pouco sal.

Solução: Fique calmo, aumente o consumo de líquidos e de sal.

Aviso:

Na presença de sintomas, a tensão baixa deve ser confirmada através do controlo de tensão. A pessoa que sofre de tensão alta poderá precisar de regularizar os seus medicamentos durante o mês de Ramadan. Deve fazer uma consulta médica.

Dores de Cabeça

Causas: A supressão excessiva do consumo de cafeína e tabaco num só dia, a falta de descanso e fome. Normalmente, a dor de cabeça aparece ao longo do dia e piora ao fim do dia. Quando associada com a “tensão baixa”, a dor de cabeça poderá ser forte e poderá provocar náuseas antes do iftar.

Solução: Diminuir o consumo de cafeína e de tabaco gradualmente, começando uma ou duas semanas antes do mês de Ramadan. Poderão ser substituídos por chás de erva e sem cafeína. Reorganize os seus planos durante o mês de Ramadan para que possa ter descanso suficiente.

Nível Baixo de Açúcar no Sangue

Fraqueza, tonturas, cansaço, concentração fraca, transpiração excessiva, sentir-se trémulo, a falta de forças para atividades físicas, dores de cabeça, e palpitações são sintomas duma descida súbita do açúcar no sangue.

Causas em pessoas não diabéticas: O consumo de açúcar em excesso, ou seja, hidratos de carbono refinados, especialmente no  suhur. O corpo produz muita insulina causando a queda de glicose no sangue.

Solução: Esforce por comer algo no suhur e reduza alimentos e líquidos contendo açúcar.

Aviso:

Os diabéticos poderão precisar de regularizar os seus medicamentos no mês de Ramadan. Para tal, consulte o seu médico.

Câimbra Muscular

Causas: Alimentos com insuficiência de cálcio, magnésio e potássio.

Solução: Coma alimentos ricos em minerais, ou seja, vegetais, fruta, lacticínios, carne e tâmaras.

Aviso:

Aqueles que estiverem a tomar medicamentos para a tensão alta ou que tiverem problemas de pedra nos rins deverão consultar o médico.

Úlcera Gástrica, Azia, Gastrite e Hérnia de Hiato

O aumento dos níveis de ácido num estômago vazio no mês de Ramadan só piora as condições acima mencionadas. Provoca uma sensação de ardor na área do estômago, por baixo das costelas, que pode se estender até a garganta. Comida muito condimentada, café e refrescos Cola pioram as condições.

Há medicamentos para controlar os níveis de ácido no estômago. Pessoas com úlcera gástrica e hérnia de hiato devem consultar o médico muito antes do mês de Ramadan.

Pedras nos Rins

As pedras nos rins podem ocorrer em pessoas que ingerem poucos líquidos. Portanto, é essencial beber líquidos em grandes quantidades para prevenir a formação da pedra.

Dores nas Articulações

Causas: Durante o mês de Ramadan, quando se faz o  Salat extra (Tarawih) , a pressão nas articulações dos joelhos aumenta. Nas pessoas de idade, e naqueles com artrites, poderão surgir dores, inchaço, transpiração e desconforto.

Solução: Deve-se perder peso para que os joelhos não carreguem peso a mais; exercitar os membros inferiores antes de Ramadan, para que estejam preparados para o esforço adicional. Uma pessoa saudável poderá obter uma satisfação maior, pois conseguirá fazer o  Salat com maior facilidade.

*Preparado pelo Dr. Farouk Haffejee

Versão Inglesa publicada pela IMA

The Islamic Medical Association of South Africa

Traduzido e Compilado para Português Por: R. Bhikhá / B.Seedat

É livre a reprodução/divulgação total ou parcial deste artigo bastando citar a fonte

Para sugestão, esclarecimento de dúvidas, e contribuição com artigos, envie um email para islam.moz@gmail.com