Al Islam, Al fitrah, o Homem Naturalmente Ligado a Deus

*E quem tem melhor religião do que quem se submete a Allah, é praticante do bem e segue a crença monoteísta de Abraão* (4:125)

  Al Islam. Este é o nome que damos à nossa religião, um nome conhecido à cerca de 14 séculos e cujos seguidores são denominados muçulmanos. Ao contrário do que se prega hoje, Al Islam não foi fundado por Muhammad, nem é mais uma nova religião, porém foi reapresentado por Muhammad e foram intitulados como muçulmanos os seus seguidores, assim como foram denominados muçulmanos os seguidores de todos os profetas anteriores à ele, pois pregavam o puro monoteísmo, a pura submissão à Deus, e é isto que significa a palavra "Islam".

  Portanto, este nome tido como novo para muitos, é uma antiga realidade, uma realidade que iniciou-se com a criação, acompanhou a vida do ser humano e se repetiu em todas as mensagens que ligaram os seres humanos com o Criador e os fez conhecer o que Deus quer deles.

 1. O que significa "uma antiga realidade"? É a essência da ligação entre Allah e os seres humanos, como foi apresentada por todos os profetas em várias épocas. Todos enviados por um Único Deus, sendo assim, não há diferença entre o que disse Moisés ou Jesus ou Muhammad. Não há diferença entre o que estes ensinaram aos seus povos e entre o que ensinaram outros profetas, outros nomes que conhecemos e outros que desconhecemos.. *E enviamos alguns mensageiros, que te mencionamos, e outros, que não te mencionamos, e Allah falou a Moisés diretamente * (4:164) . Portanto, a religião de Deus é uma só em seus pilares e objetivos seja na época de Abraão, Noé, Jesus... Esta unidade de religião foi lembrada várias vezes no Alcorão Sagrado, o selo da revelação desta antiga realidade...    *Prescreveu-vos a mesma religião que havia instituído para Noé, a qual te revelamos, a qual havíamos recomendado a Abraão, a Moisés e a Jesus: Observai a religião e não discrepeis acerca disso...* (42:14)...  * Dize: Cremos em Allah, no que nos foi revelado, no que foi revelado a Abraão, a Ismael, a Isaac, a Jacó e às tribos, e no que foi concedido a Moisés, a Jesus e aos profetas, do seu Senhor, não fazemos distinção alguma entre eles, porque somos para Ele muçulmanos* (3:84).

  E o Alcorão relata como todos os mensageiros foram muçulmanos, pregando a crença na unicidade de Deus que demanda a unidade da religião que Ele, Deus, enviou à humanidade, e a unidade de Seus apóstolos que transmitiram sua mensagem ao ser humano...

1.Noé: * Se recusardes (meu apelo à fé, diz Noé). Não vos pedirei nenhuma recompensa, porque a espero somente de Deus, e fui ordenado a ser-Lhe muçulmano* (10:72)

2.Abraão: *Abraão não foi judeu, nem cristão, e sim monoteísta muçulmano* (3:67).

3.Moisés: * Moisés falou-lhes: Ó povo meu, se acreditastes realmente em Deus, ponde vossa confiança n`Ele, se sois muçulmanos* (10:84).

4.Jesus e seus discípulos: * Quando Jesus pressentiu a incredulidade deles (dos israelitas), indagou: Quem me apóia em Deus? Os discípulos disseram-lhe: Nós somos teus apoiadores em Deus, cremos em Deus, testemunhe tu que somos muçulmanos* (3:52)

É este o significado de "antiga realidade que se iniciou com a criação", uma realidade que constitui a unidade da religião divina e a unidade dos mensageiros e apóstolos que trouxeram esta orientação para nós.

E a base desta unidade de religião e profecia que se sucederam em vários locais e épocas são a natureza humana, a preservação do coração e da mente como Deus os criou. Disse Deus, o Altíssimo: * Volta o teu rosto para a religião monoteísta. A natureza de Allah, sob cuja naturalidade criou a humanidade. A criação feita por Allah é imutável *(30:30). Vemos que Allah denomina sua religião de "fitrah", ou seja, a natureza de Deus, o monoteísmo, a inclinação à adorar somente a Deus, o estado natural do ser humano.

2. O que significa "uma religião natural"? É a pura religião de Deus, compatível com a natureza humana, tendo as suas regras e ensinamentos o objetivo de preservar o ser humano dos males que o atacam e o envolvem, ensinando-lhe como manter seu coração e sua mente saudáveis.

Como lemos no próprio versículo... * Esta é a verdadeira religião, porém, a maioria dos humanos o ignora* (30:30), pode parecer para muitos que os ensinamentos islâmicos são estranhos e, até para muitos muçulmanos, são insignificantes. Por que isto ocorre?  Porque este ser foi influenciado e sua natureza pura na qual foi criado foi modificada. O profeta Muhammad explica isto claramente dizendo: "Toda criatura nasce no estado puro e natural (al fitrah) , então seus pais o fazem judeu, cristão ou zoroastriano, como a ovelha que nasce completa, vocês não percebem nela nenhum defeito, até que vocês próprios cortam suas orelhas". E o mensageiro de Allah também diz: "Disse Deus, o Altíssimo: "Eu criei meus servos todos monoteístas, e lhes vieram os demônios e os desviaram de vossa religião e tornam lícito o que eu decretei ilícito para eles"".

É da natureza deste ser ele estar inclinado a procurar conhecer o seu Criador. "Saído da mão criadora de Allah, o homem é inocente, puro, veraz, livre, inclinado à retidão e à virtude, e dotado de verdadeira compreensão quanto à sua posição no universo...Essa é sua verdadeira natureza, assim como é da natureza do cordeiro ser manso, do cavalo ser veloz. Porém, o homem é apanhado pelas malhas dos costumes, das superstições, dos desejos egoísticos e dos falsos ensinamentos. Isto tudo o torna beligerante, impuro, falso, servil, desejoso daquilo que é errado ou proibido, desviado do amor para com os seus semelhantes, e da pura adoração ao Único e verdadeiro Allah..." (comentários dos signifs. dos versícs. do Alcorão Sagrado (pg 493\1247).

Por isso os ensinamentos de Deus parecem estranhos e absurdos, porque sua natureza foi influenciada e desviada, seu desejo e egoísmo prevaleceram sobre sua mente e coração e, desta forma segue numa vida sem conhecer a Deus e procurar sua orientação, tendo... *corações com os quais não compreendem, olhos com os quais não vêem, e ouvidos com os quais não ouvem..* (7:179)

Os ensinamentos do Islam tendem a preservar a natureza deste ser humano, assim como o homem ingere alimentos ou remédios, não para constituir um novo corpo ou transformá-lo em outra criatura, mas para que se preserve como foi criado assim como foi criado e não se deforme. Da mesma forma, Deus estabeleceu sua religião para preservar a pureza deste ser humano e protege-lo daquilo que pode lhe prejudicar nesta vida ou na vida eterna, quando interrogado pelos seus atos na terra.Por isso, após citar sua religião como a sua própria natureza, citou alguns meios que preservam esta natureza... *voltem a Deus, o temam, observem a oração e não estejam entre os que Lhe atribuíram parceiros * (30:31).

A religião natural e saudável tende a preservar a natureza saudável do ser humano e faz parte desta natureza, por exemplo...

Agradecer a quem lhe concedeu um favor. Mas quando esta natureza está degradada o homem nega as mercês de Deus ou adora a divindades produzidas pelas mãos do homem. Mas a religião nata de Deus decreta que você deve agradecer a Ele... *Ó humanos, recordai-vos da graça de Deus para convosco. Porventura, existe outro criador que não seja Allah, Que vos agracia, quer do céu quer da terra? Não há mais divindade além d`Ele.. * (34:3)

Respeitar ao próximo e preservar os seus direitos. Mas quando esta natureza está ausente e é substituída pela natureza selvagem vemos a matança, o roubo, à fornicação, o homem ingerindo o que deteriora o seu corpo e destrói a sua vida. Mas aos que ainda se mantêm naturalmente saudáveis, Allah diz... *... (os servos tementes...) são aqueles que não invocam, com Allah, outra divindade, nem matam nenhum ser que Allah proibiu matar, senão legitimamente, nem fornicam, (pois sabem que) aqueles que assim procederem receberão sua punição. No dia da ressurreição ser-lhes-á duplicado o castigo... * (25:68-69)

Não viver à toa, sem rumo e sem direção, mas viver conhecendo à Deus e conhecendo suas obrigações nesta vida... *Pensais porventura, que vos criamos por diversão e que jamais retornareis a Nós?* (23:115).

Ter boa conduta e boa educação, sendo agradável àqueles que vivem ao seu redor, e quem não tem estes aspectos de boa conduta, simplesmente, saiu de sua natureza humana na qual Deus o criou. Disse o profeta: "Dentre os mais queridos para mim e os mais próximos de mim no dia do juízo: os de melhor conduta. E os mais odiados por mim e os mais distantes: os que falam muito, e se exibem ao falar, e os orgulhosos".

E assim por diante, estes e outros aspectos pregados pelo Islam fazem parte da natureza humana saudável, a qualidade inata em que Deus criou o ser humano. Reflita e verá como Deus quer lhe orientar a tudo aquilo que lhe é benéfico e natural. E quando você vê as pessoas praticando aquilo que é contrário à Sua religião e vêem aquilo natural, não se influencie, e saiba: a naturalidade está naquilo que Deus decretou como natural, mesmo que a maioria das pessoas o contrariem. Olhe para o mundo ao seu redor e pense no que Deus diz sobre o que você vê e que há poucos dias atrás era absurdo, mas agora é natural...

É natural o homem se tornar uma mulher e andar de salto alto!...

É natural a mulher se tornar um homem e falar com voz grossa!...

É natural a mulher expor seu corpo a exame da elite masculina!...

É natural o ser humano ingerir o que vai embriagar a sua mente!...

É natural o ser humano ser criminoso e não ser punido!...

A religião te ordena a refletir, mas também lembra você de que ela não é constituída somente de reflexão, pois os cérebros humanos são milhares e todos pensam diferente. Então, a religião é constituída antes de qualquer coisa do decreto natural de Deus. E nossos sábios dizem: "a mente saudável não contraria doutrina divina", por isso dissemos, a religião de Deus é a natureza humana nata.